quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Iº Encontro de Pontos de Cultura e Telecentros da Região Norte



O evento aconteceu dia 17de dezembro no Auditório do CCH na UENF de 9h às 16h, com a participação da Secretaria do Estado  de Cultura do Rio de Janeiro, representantes dos conselhos gestores locais dos Telecentros, bolsistas/monitores dos Telecentros, representantes dos Pontos de Cultura da Região Norte Fluminense e coordenadores da Inclusão Digital da ITEP/UENF.





terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O Natal está chegando e não poderia faltar o amigo secreto!!!

Nossa coordenadora, Nilza Franco, tirou Larissa.

Larissa tirou Jailse, uma pessoa muito importante na Rede de Economia Solidária.

Day me tirou.. e eu, Talita, tirei Auci, que está se recuperando muito bem em casa de uma cirurgia.

Elton tirou Liliane.

Liliane tirou Gabi.

Gabi tirou Lívia.

Olha a felicidade dele, gente.

Elton nem gostou do presente!!! 

Tem gente se divertindo ai?

Diogo Beiral, nosso administrativo, tirou nada menos que...nossa coordenadora.

Esta é a Árvore de Natal que ganhei, feita por uma das integrantes da equipe ITEP/UENF, a tão conhecida pela  Rede de Economia Solidária, Dayana Sales.

ITEP/UENF comemora mais um ano de ótimos trabalhos!





quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Dia Nacional da Economia Solidária


Informações retiradas do site http://www.fbes.org.br/


O ativista ambiental Chico Mendes nasceu no dia 15 de dezembro de 1944.
A data, que remete ao sí­mbolo de resistência e de luta pelo desenvolvimento sustentável com responsabilidade social e ambiental, foi escolhida para comemorar o Dia Nacional da Economia Solidária.


Espalhados em todas as regiões brasileiras, milhares de produtores - nos mais variados ramos - se fortalecem organizados nesse modelo econômico.


Dados do Atlas da Economia Solidária, desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Economia Solidária e pelo Secretaria Nacional de Economia Solidária, indicam que existem no Brasil cerca de 15 mil empreendimentos. 


Leia mais
http://www.fbes.org.br/


VIVA O FÓRUM LOCAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES !!!


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

II Festival de Economia Solidária - foi muito bom!

Os grupos participantes do Fórum Local de Economia Solidária estarão a partir de hoje, terça-feira no P5 na UENF participando do Circuito Goitacá de Economia Solidária de Natal!!!

terças e quintas de 9h às 16h.
vai até dia 23 de dezembro.









quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Programação II Festival de Economia Solidária

Dias 8 9,10 de dezembro, das 14 ás 22 horas.
Local: Fundação  Cultural Oswaldo Lima

Atividades Permanentes: Comercialização de produtos da Economia Solidária (artesanato e alimentação), Apresentação do Projeto Comidas Afro-Brasileiras representado pelos Quilombos do Imbé (Cozinhas Quilombé), apresentações artísticas, exposições de artes plásticas, fotográfica e arte egípcia (cerâmica).
Parceiros: Fórum Local de Economia Solidária, Fundação Cultural Oswaldo Lima, Secretaria de Família e Assistência Social e Fundação Zumbi dos Palmares (Prefeitura de Campos) e Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Populares (ITEP/UENF).

8/12 - Quinta
14h/22h – Abertura a visitação ao público no espaço de comercialização e exposições artísticas
·        Exposição de Artes Plásticas de Tetê Rego
·        Exposição Fotográfica Projeto Jovens Talentos
·        Exposição Arte Egípcia
15 – Solenidade de Formatura dos Cursos de Inclusão Produtiva dos CRAS /SMFAS.
15:30 – Desfile de Modas/CRAS/SMFAS
16:00 - Street Dance/PROJOVEM/SMFAS       
16:50  - Esquete Teatral/PROJOVEM/SMFAS      
17:00  - Estrela do Amanhã/ Ginástica Acrobática (Prof. Dorinha Viana)
18:00 - Estrela do Amanhã/ Ginástica Acrobática
18:30h- Abertura oficial do Festival (Cerimonial)
19h – Cozinhas Quilombé – Prato do Dia: Feijoada Afro-Brasileira (+ arroz, couve, farofa e laranja)
19:00 - Saltimbanco/Teatro/Auditório      
20:00  - Lançamento de Livro: Fina Flor/André Santana
20:30  Voz e Violão/ PROJOVEM/SMFAS (Daniel)     
22h - Encerramento


09/12 - Sexta
14h/22h – Abertura a visitação ao público no espaço de comercialização e exposições artísticas
·        Exposição de Artes Plásticas de Tetê Rego
·        Exposição Fotográfica  Projeto Jovens Talentos
·        Exposição Arte Egípcia

14h/16h – Cine Zumbi
15:00 - Coral/PROJOVEM
15:30 - Coral Doce Canto/Clube da Terceira Idade /Regente:Renata Henriques
16:00- Reapresentação/Lançamento do Livro: Fina Flor/André Santana
16:00 - Street Dance/PROJOVEM
16:50  - Esquete Teatral/PROJOVEM
17:00  -  A Terra dos Meninos Pelados/Musical/Auditório
17:30 - Estrela do Amanhã/Ginástica Artística
17:40 - Axé/PROJOVEM
18:30 - Estrela do Amanhã/Ginástica Artística
18:30/19:30   Nem Patinho, Nem Feio/Teatro/Auditório           
19h – Cozinhas Quilombé – Prato do Dia: Arrumadinho de Carne Seca (+ arroz branco)
19:30 – Camila Queirós e Caio/Voz e Violão (UENF) 
20:00 – Grupo Bondysamba (Grupo Campista)
20:30  Voz e Violão/ PROJOVEM – (Alex Homero)      
22h - Encerramento

10/12 – Sábado
14h/22h  –  Abertura a visitação ao público no espaço de comercialização e exposições artísticas
·        Exposição de Artes Plásticas de Tetê Rego
·        Exposição Fotográfica Projeto Jovens Talentos
·        Exposição Arte Egípcia

14h/16h – Cine Zumbi

16:00 – Squet/Teatro Oprimido /LESCE/CCH/UENF
17:00 - Estrela do Amanhã/Ginástica Artística
18:00 - Estrela do Amanhã/Ginástica Artística
18:00/19:00 -            Grupo Gotta (E. M.Sebastiana Machado Silva)-  Interagindo com o público.  “Contação de história e Poesia”
19h – Cozinhas Quilombé – Prato do Dia: Moqueca de Fato (+ arroz branco
19:30 - Desfile de Moda Conceitual/Grupos de Economia Solidária /UCAM          
22h - Encerramento

No II Festival de Economia Solidária

André Santana é poeta, ator, diretor e ministro de Oficinas de Teatro, inclusive pelo MEC. Atua no universo das letras desde sua adolescência, onde sofreu grandes influências da MPB, do Rock nos anos 80 e de consagrados autores de nossa literatura. Participou das Coletâneas Geração 90, fruto do I e II Festivais de Poesias Grandes Poetas do Brasil, que nessa época venceu.
E não parou por aí, pois depois venceu outros Festivais, entre 1998 a 2006.
Cantou com diversos nomes do hip hop. Mais tarde alguns desses tiveram seu reconhecimento. Hoje, quando vai aos shows dos amigos MC’s sobe ao palco e dá uma canja. Na poesia performática ele vem encantando diversas plateias, com seu jeito de escrever e interpretar, que para muitos é único. Inclusive para imprensa, que notifica sempre suas manifestações artísticas.
Atualmente vem conquistando os leitores com seu livro de poesias “Fina Flor”, já na 3ª edição, pela Porciúncula. Atualmente é o livro de poesias mais comentado no eixo Rio-Niterói-São Gonçalo. O livro pode ser adquirido em bancas de jornais dessas três cidades, distribuído pela LMC. Lançamentos em livrarias e outros espaços culturais também vem sendo realizados pelo autor. Entre eles Livaria Icaraí, Museu de arte Contemporânea, Pelada Poética, Poeta Saia da Gaveta e Um Brinde à Poesia são alguns.
 Além de ter atuado em diversos espetáculos destacamos “Poemas & Canções – líteromusical”, há quatro anos em cartaz, que muito encantou os campistas sua apresentação no encerramento do Festival de Poesia Falada, em 2009. Esse espetáculo foi o que mais levou público ao Teatro SESC - São Gonçalo, até os dias de hoje. Recentemente recebeu uma Moção de Honra pelos trabalhos realizados juntos às comunidades de Niterói, da produtora Hana Ramalho, na Câmara Municipal de Vereadores, concedida por um vereador do município.
E, como não consegue ficar sem inventar, Santana realizou o lançamento de seu livro “Fina Flor” nas areias da Praia de Icaraí, em Niterói, onde a tampa da caixa de isopor do barraqueiro serviu como mesa para autografar a obra para os banhistas, numa manhã ensolarada. Esse feito inusitado chamou a atenção de um dos sites de poesias que cada vez mais vem ganhando o país, o “Poeme-se”, com matéria intitulada “O Poeta que Dá Nó em Pingo D’água”. Vale a pena conferir: www.poeme-se.com.br.
         Nas ruas agitadas da boemia carioca e fluminense é fácil vê-lo vendendo os exemplares de seu livro. Como aconteceu em 05 de Novembro, Dia Nacional da Cultura, no evento “Folia Rio Antigo”, na Rua do Lavradio, na Lapa.
André comandou uma roda de poesias, que atraiu até crianças pra recitar no palco improvisado.
Mesmo sem patrocínio, ele não esmorece. Pelo contrário, só lhe dá forças para percorrer com sua poesia e suas performances em diversas cidades de nosso estado, e, agora expandindo-se para outros estados, como recentemente realizou seu lançamento no Beco dos Poetas, no Jabaquara, em São Paulo. Foi sucesso sua passagem na Terra da Garoa.
Em nome da poesia André enfrenta qualquer tipo de barreira. É realmente um poeta sem fronteiras!
E quem quiser conhecer de perto o tarbalho desse campista erradicado em Niterói desde muito pequeno é só comparecer na Feira da Economia Solidária de Campos dos Goytacazes, nos dias 08,09 e10 de Dezembro, no Palácio da Cultura, Praça da República, na Rua Pelinca, s/nº.

R$ 9,99 (cada exemplar)

Contatos do autor: andresantana74@yahoo.com.br (Facebook). Ou no YOU TUBE: Poemas e Canções de André Santana, Foguetinho Cultural (FACHA),                       
Sinceridade – curta metragem,  www.poeme-se.com.br. 


Síntese Curricular

TEATRO

Na Magia do Folclore, de Câmara  Cascudo - 2005
Terra – Um Tratado Poético Sobre o Sistema Solar - 2004
Moleque Velho, Poesia, Música & Teatro,  textos de autores consagrados - 2004
Dom Quixote, de Miguel de Cervantes - 2005
Os Sete Gatinhos, de Nelson Rodrigues – 2005
Poemas & Performances, de André Santana - 2005
O Circo da Alegria, de Érica Lopes - 2007
No Carretel da Memória, de Luiz Antônio Pimentel – 2005
Performances  Poéticas, de André Santana - 2006
Blitz, Documentos...!,  adaptação do Conjunto Blitz – 1984
Poemas & Canções –  lítero-musical, de André Santana – EM CARTAZ
Encontro com Mário  Quintana, de Mário Quintana - 2006
Sangue Bom -  longametragemde Miguel Nader
Sinceridade - curtametragem, de Wagner Novais - 2006

FESTIVAIS DE POESIAS

I PRÊMIO GRANDES POETAS DO BRASIL - 1998
Troféus: Ana Cristina César (Melhor Intérprete) e Torquato Neto (Melhor Poesia)

II PRÊMIO GRANDES POETAS DO BRASIL – 1999
Troféu Carlos Drummond de Andrade  (Melhor Poesia)

FESTIVAL DE POPESIAS DO MUNICÍPIO DO RIO – 2000
Diploma entre as (30 Melhores)

FESTIVAL CARIOCA DE POESIAS - 2004
Diplomas de (Melhor Crítica Social e 11º Lugar Geral)

X FESTIVAL DA FAMATH – 2005
Diploma de (Moção Honrosa)

 André Santana
DRT: 40.174 SATED / RJ

 "Meu livro de poesias está sendo na atualidade um dos mais comentados e adquiridos pelos amantes da arte da palavra nos eixos Rio-Niterói-São Gonçalo, onde encontra-se à venda em quase 100 bancas de revistas, com críticas bem positivas, inclusive de artistas como Altay Veloso, Antonio Cícero, Black Alien, Fábio Gomes, Lucília Dowsley (Um Brinde à Poesia, Eduardo Tornaghi (Pelada Poética), Jorge Loreti e Wanderlino Leite Neto (presidente e vice da Academia Niteroiense de Letras), Gino Fonseca (Diretor do SESC NIT), e de várias outras pessoas importantes da cultura carioca e fluminense", diz André Santana.



         

II Festival de Economia Solidária


Começa nesta quinta, 08/12, e se estende até sábado, 10, no Palácio da Cultura, em Campos, das 14h às 22h, o II Festival de Economia Solidária. 
O evento é organizado pela Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Populares (ITEP), da PROEX/UENF, Fórum de Economia Solidária de Campos dos Goytacazes, Secretaria Municipal de Família e Assistência Social, Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima e Fundação Zumbi dos Palmares.


O Festival contempla Comercialização (Rede de Economia Solidária com 25 grupos autogestionários ligados ao Fórum Local de Economia Solidária), Cozinhas Quilombé (inserção dos Quilombos do Imbé), Atividades Culturais (dança, canto, teatro, cinema, outros) e Exposição dos trabalhos da Fundação Cultural Oswaldo Lima “Arte Ofício”. Veja a programação.
Danças acrobáticas - Uma das atrações do cardápio de apresentações culturais é o grupo de danças acrobáticas ‘Estrela do Amanhã’, que vai se apresentar nos três dias do Festival. O ‘Estrela do Amanhã’ existe desde 1998 e surgiu de um projeto socioeducativo do Colégio Nossa Senhora do Auxiliadora (Censa). Hoje leva suas apresentações para fora da cidade de Campos é já é conhecido em todo o Brasil. O grupo já participou da abertura dos Jogos Panamericanos em 2007, no Rio de Janeiro, e representou o Brasil duas vezes no Gymnaestrada Mundial, o festival mais importante da Ginástica Geral.  O grupo esteve em Portugal no ano 2003 e na Áustria em 2007.


Composto por 30 integrantes, o ‘Estrela do Amanhã’ apresenta trabalhos desenvolvidos de danças acrobáticas e artes circenses. Durante o Festival, cinco integrantes farão números aéreos, números com trapézio, lira, bambu chinês e alguns malabares.


- Acho muito interessante a proposta de divulgar um evento como este. Precisamos desenvolver esse tipo de trabalho em Campos. A economia solidária é um movimento muito bacana e merece ser divulgado – diz a coreógrafa e diretora do grupo, Dorinha Viana.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Grupo Bons de Samba se apresenta no II Festival de Economia Solidária

Dia 09 de dezembro
sexta-feira
às 21h
na Fundação Cultural - Pelinca

venha saborear um prato típico afro-brasileiro e samba!

O que fazer com sua sucata????


Sabe aquele material que você costuma descartar no lixo? Pois bem, com criatividade, é possível transformá-lo em brinquedo. Garrafas PET, papelão, palito de churrasco, cuba de ovos, latas, vidros, rolhas de cortiça, entre outros são algumas das sucatas que estão sendo utilizadas para a confecção de brinquedos. A intenção é mostrar que a reciclagem pode contribuir para a preservação do meio ambiente e também para a formação de uma consciência ecológica nas crianças das escolas da rede de ensino infantil e fundamental. Essa é a proposta do Projeto de Extensão do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Infância e Filosofia (GEPEIF), do Campus da Universidade Federal do Pará em Abaetetuba.


Recurso didático - O trabalho atinge alunos de escolas de Abaetetuba, Barcarena e da Escola de Aplicação, em Belém. Os professores são capacitados, por meio de oficinas, para usar brinquedo reciclado como recurso didático em sala de aula. O próximo encontro será no dia 2 de dezembro, na Casa do Professor de Barcarena, onde devem participar 60 professores.


Intitulado “Reciclando para preservar e educar: transformando sucatas em brinquedos para educação das crianças das Escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental”, o Projeto tem o apoio da Pró-Reitoria de Extensão da UFPA (Proex) e está em sua terceira etapa, sob a coordenação do professor doutor Waldir Ferreira de Abreu. A primeira etapa foi de preparação dos estudantes de Pedagogia que integram o GEPEIF para atuarem como multiplicadores.




Capacitando as crianças - A segunda etapa envolveu professores da rede de ensino e alunos de licenciatura do Campus de Abaetetuba. Eles participaram das oficinas ministradas pelo Grupo de Pesquisa. A terceira e última fase do Projeto corresponde à capacitação das crianças, sendo, desta vez, os professores os responsáveis pelas oficinas. “Nossa meta era atingir 100 professores, 150 alunos de Pedagogia, Letras e Matemática, e 300 crianças. Já estamos na metade do Projeto e atingimos 90 professores, 80 alunos e 60 crianças. Acredito que, até o final, em junho do ano que vem, vamos ultrapassar a nossa meta”, comemora o professor Waldir Ferreira de Abreu.


Práticas pedagógicas - A estudante do curso de Pedagogia Jéssica Maia de Souza participou das oficinas como multiplicadora e destaca a experiência, por meio do Projeto, de trabalhar o ensino-aprendizagem dessas crianças. “Mostramos, de forma lúdica, como podemos transformar esses objetos que seriam descartados e ainda incentivamos essas crianças a desenvolverem uma consciência ecológica. Participar dessa iniciativa foi, sem dúvida, uma experiência enriquecedora”, afirmou.


Texto: Ericka Pinto – Assessoria de Comunicação da UFPA

domingo, 4 de dezembro de 2011

Estudante da UENF presente no II Festival de Economia Solidária

Dupla vencedora do Festival de Música da UENF,
Camila Queiroz e Caio - voz e violão,
se apresenta no dia 09 de dezembro no II Festival de Economia Solidária.

Coral Doce Canto no II Festival de Economia Solidária

Clube da Terceira Idade de Campos dos Goytacazes fará apresentação de Natal na Fundação Cultural - Pelinca, no dia 09 de dezembro às 16h.
São cerca de 40 coralistas.
Regência de Renata Henriques e coordenação de Edvaldo Vieira.

Uma bela apresentação que com certeza emocionará a todos no II Festival de Economia Solidária que acontecerá de 8 a 10 de dezembro de 14h ás 22h.

te encontro lá!